4 de set de 2012

Você é corajoso ou é covarde?




Acredito que a coragem e a covardia, assim como a luz e a sombra, fazem parte de nós, o que nos diferencia é o quanto utilizamos ou permitimos que se manifeste cada uma dessas características em nossas vidas.

Nenhum ser humano é totalmente dotado de coragem, irão haver alguns momentos em que um instinto covarde o domine, mas são momentos e não uma rotina. Contudo também é preciso salientar que a coragem mal conduzida, colocada de forma irresponsável acaba se transformando num ato de covardia.

Existe a luz e a sombra em tudo na vida, a luz da coragem vem da consciência e da responsabilidade diante de seus atos, um ato de coragem sempre vem acompanhado de um resultado benéfico, mesmo que não se atinja o objetivo principal, a tentativa já vale. Quando uma pessoa assume seus erros e suas falhas está usando a coragem para olhar para si, mesmo que não seja perdoado, que esse gesto não comova e nem reconquiste alguém, o ato de assumir-se, de enfrentar a si mesmo é o benefício conquistado.

A coragem exercida irresponsavelmente é aquela que põe em risco a integridade de outros, que apenas visa vantagem para si prejudicando aos demais, um exemplo disso seria o caso de quem é motivado por vingança, o indivíduo pode acreditar ser um gesto de muita coragem de sua parte provocar dor e sofrimento a alguém apenas para sentir-se vingado. Nada tem de corajoso nisso. É covardia pura!

A covardia se apresenta de diversas formas: na timidez excessiva, nos medos, pânicos, fobias, desmaios, nas chantagens emocionais, na agressividade, na rebeldia...

Há aqueles que camuflam sua covardia montando um grande teatro em sua vida, exagerando em todas as situações, se colocando sempre como vitima. "O mundo está contra mim, ninguém me entende, não sou aceito, sou um pobre coitado e rejeitado pela sociedade." O tipo que não assume suas falhas, não admite seus defeitos, apesar de saber muito bem que os tem. Geralmente é manipulador e chantagista, gosta de envolver as pessoas no seu circo, fingem estar doentes, dão chiliques, desmaiam e fazem isso tão bem que qualquer pessoa que não tenha consciência dessas armações pode acreditar e fazem isso para que as pessoas sintam-se culpadas e então para que redimam ofereçam a ele tudo que ele almeja. É o covarde chupim.

Outro exemplo de covardia camuflada é aquela pessoa agressiva demais, explode por qualquer coisa, está sempre de cara feia, mal humorada e é costumeiramente estúpida com as pessoas. Acha que está sempre com a razão e não sente o menor constrangimento em ofender, humilhar e xingar as pessoas seja em particular ou em público. Aje grosseiramente com os familiares, principalmente com aqueles que se colocam submissos ou que ele acredita serem seus dependentes. Não respeita funcionários e ninguém que  julgue estar algum nível inferior ao seu. Com pessoas que ele considera de maior escalão ou de maior importância, pode se sentir inferior e adota um comportamento contido, muitas vezes submisso. É o covarde sem personalidade.

Covardes ou corajosos, somos almas em evolução e convivemos com uma lei universal que é a da afinidade. Tem pessoas que por mais que tentemos não conseguimos compartilhar com elas, podemos até passar alguns momentos próximos por questões de necessidade ou compromissos, mas ninguém, absolutamente ninguém é obrigado a aceitar permanecer junto de quem não está na mesma sintonia, por isso covardes estão próximos a outros que podem manifestar sua covardia de forma diferente e corajosos consequentemente se aproximam de quem está na mesma energia.

E você, em qual energia você está?