9 de abr de 2015

Vamos entender melhor a lei da atração?


Como você está se sentindo hoje? Como você vem se sentindo ultimamente, no decorrer desse ano? Como está sua vida e as situações em sua volta? Está satisfeito com os resultados que vem alcançando? E sua vida financeira está como deseja? Seu coração... seu amor, seu relacionamento está te trazendo felicidade?

Entenda que tudo que ocorre na sua vida, não é por acaso. Nós atraímos as pessoas, as situações e todas as coisas que hoje vivenciamos são respostas que o universo nos manda para as nossas intenções. Então preste muita atenção nas suas intenções, no que sente, no que pensa, no que vibra...

Sabemos que o rege o universo é a energia e somos feitos da mesma energia que criou tudo  o que existe no universo. Nossos pensamentos e sentimentos são as maiores fontes de energia que possuímos e nessas fontes se concentra todo o nosso potencial de criação da realidade.

Uma mulher de 65 anos, sentia dores terríveis na cabeça por mais de 20 anos, depois de uma série de exames desde os mais simples aos mais complexos, constataram que ela não sofria de nenhuma doença que pudesse explicar as dores que sentia, ela então foi buscar ajuda psicológica. Enquanto conversava com ela se descobriu que ela sentia muito medo da morte, medo que veio desde quando era criança, aos seis anos de idade, quando viu sua mãe falecer devido a um tumor cerebral. Ela contou que se sentia agoniada ao ver a mãe que ela tanto amava, sofrer, sentindo dores na cabeça. O que constataram foi que essa mulher por amar tanto sua mãe, acabou inconscientemente trazendo para sua vida adulta as energias mais fortes que ele absorveu de sua mãe, pois toda vez que ela pensava na mãe, a via sofrendo, deitada numa cama, com dores terríveis. Ela precisava transmutar essa energia densa da memória, fazendo com que os pensamentos maternos se tornassem mais suaves, mais confortáveis e positivos. O trabalho com essa mulher foi totalmente focado na transmutação das suas energias, a fim de fazer com que seus padrões de pensamentos saltassem para uma vibração mais sutil. Pediram a ela que buscasse na memória lembranças boas da mãe, momentos em que a mãe estava bem, sorrindo, brincando com ela, oferecendo o colo. De alguns momentos ela conseguia lembrar, bem poucos, mas foi com estes que conseguiram fazer a transmutação. Ela espalhou fotos da mãe sorrindo pela casa, jogou fora tudo que fosse triste ou que trouxesse lembranças negativas e de dor, passou a assistir filmes de mães felizes e carinhosas. Aos poucos ela foi percebendo que quando lembrava ou falava da mãe, se sentia menos triste, sentia menos dor e com isso progressivamente as dores de cabeça que ela sentia também foram amenizando, até que chegaram a um ponto que tinham desaparecido por completo. Foi um milagre? Não, foi a prática de um exercício diário que transmutou uma energia densa em uma energia sutil.

O universo te traz aquilo que você vibra!

Conheci uma outra mulher de 35 anos que não conseguia ser feliz no amor, todos os homens com quem ela se relacionava não a assumiam, ficavam por um tempo e depois acabavam de alguma forma saindo da relação. Ela queria mudar isso, queria usar a lei da atração para atrair um amor que a fizesse sentir feliz e realizada.

Costumo dizer que não adianta querer transformar o mundo em sua volta se você não estiver disposto(a) a transformar-se internamente. Tudo começa a partir do universo que é você.


Mudar os padrões e crenças:

Desde crianças absorvemos do meio em que vivemos determinados padrões de comportamento e de crenças que ficam registrados no inconsciente e com o passar dos anos percebemos situações do tipo: " Estou agindo como minha mãe agia.", "Estou dizendo as coisas que meu pai dizia.", "Estou sentindo exatamente o que meu avô sentia." - Acontece que muitas vezes essas repetições podem nos levar por caminhos complicados, deixando a vida tumultuada.

Exemplos de crenças negativas no amor:

1. Nenhum homem presta,
2. Achar um homem honesto é como procurar agulha no palheiro,
3. Casamentos dificilmente dão certo.

Exemplos de crenças negativas na vida pessoal:

1. Eu não valho nada.
2. Não sou digna de ser amada.
3. Ninguém se importa comigo.
4. Não mereço ser feliz.

Uma pessoa que traz em si pensamentos e sentimentos como os citados acima, em qual energia será que essa pessoa vibra? Numa energia péssima, é claro. Energia de desvalor, de depreciação de si mesma, de alguém que não acredita que possa ser feliz.




Pergunto: Qual o tipo de homem que essa mulher atrairá para a sua vida? Não é difícil de imaginar, não é? Semelhante atrai semelhante, é assim que funciona!




Essa mulher entendeu o processo e passou dia após dia a mudar seu modo de enxergar a vida, como?
Passou a gostar mais de si mesma, a se respeitar e se dar valor. Começou a cuidar da aparência, a fazer as coisas que ela sentia prazer, ela tinha o sonho de aprender tocar piano e foi! Ela queria fazer aula dança e foi fazer! Ao mesmo tempo começou a sentir que era merecedora de ser feliz no amor, sentia que iria encontrar aquele homem que a amaria, a respeitaria... Ela passou a assistir filmes de amor, com finais felizes, passou a ouvir músicas que a remetessem a sensações prazerosas e alegres, começou a pensar que existem homens maravilhosos no universo e que um deles era para ela, pensava e sentia que casamento feliz e harmonioso é real. 

Esse foi um processo de meses, com o passar do tempo ela passou a sentir essa vibração nova e boa fazer parte dela, ela não precisava mais assistir os filmes e ouvir as músicas para se sentir bem em relação ao amor, o bem estar já estava transmutado nela. E então é aqui que tudo acontece...



O universo age de formas inesperadas, não precisamos saber quando e como, ele simplesmente age e faz acontecer.


Um certo dia, ela foi almoçar num restaurante novo, recém aberto, próximo ao seu local de trabalho e lá foi muito bem recebida pelo dono do estabelecimento, foi amor à primeira vista. Fazem 6 anos que estão juntos, casados e já tem uma filhinha linda, isso tudo porque ela decidiu e se dedicou a mudar suas energias.


É assim que funciona a lei da atração, tão simples e ao mesmo tempo tão complicada porque exige sim um certo empenho e dedicação, mudar pode ser muito fácil quando se tem um propósito firme e disposição.



3 de abr de 2015

A Páscoa na carta do Julgamento

O Aeon ( O Julgamento) Tarot de Toh
Esta carta belíssima vem nos mostrar desde o momento em que uma sentença é tomada até as consequências finais deste ato, como estamos aqui nos remetendo a Páscoa, essa carta vem nos conduzir a uma viagem até o momento exato em que Cristo é julgado diante do trono de Poncio Pilatos, momento em que se cumpre uma etapa da jornada, o momento pelo qual não se pode fugir, é quando a vida chama para a prestação de contas.

Cristo sabia que não poderia escapar daquele julgamento, era seu momento crucial, seu destino estava ali sendo cumprido e apesar de todas as agruras sofridas havia Nele a consciência de que tudo aquilo era do seu merecimento, era o que realmente tinha que ser e assim aceitou, estava colhendo o que plantou, era a hora da colheita.

Esta é a carta que representa o momento em que se encara a verdade e é preciso ter coragem suficiente para aceitar aquilo pelo qual não se tem poder para mudar. É o momento da entrega, quando se adquire a consciência de que é o único caminho e por ele terá que caminhar da melhor forma que puder, afim de encontrar paz de espírito, afim de se ter a certeza de que cumpriu com uma missão e que é preciso se redimir de seus pecados, aceitando o julgamento e a punição com a certeza que sairá da situação renovado, limpo, reconstituído ( A ressurreição).